História

O Queijos Roni está no ramo de queijos desde 1889, quando o patriarca da família, o senhor Pedro Talarico, veio da Itália, mais precisamente da região da Calábria, para o Brasil. Com ele veio também o conhecimento na arte de fabricar queijos artesanalmente, que logo passou a ser aplicado em um pequeno laticínio na cidade de São Lourenço, em Minas Gerais.

Aos poucos, os produtos fabricados por Pedro Talarico tornaram-se também conhecidos na já próspera cidade de São Paulo, onde começaram a ser comercializados na região do antigo Mercado do Parque Dom Pedro.

Em 25 de janeiro de 1933, com a inauguração do Mercado Municipal Paulistano, os queijos Roni passaram a ser vendidos no Box 2 da Rua D, por meio de Rocco Peta e Josephina Peta (2ª geração).

Anos depois, no final dos anos 60, o filho mais velho do casal – o senhor Miguel Peta (3º geração) – deu continuidade aos negócios da família com duas novas fábricas no estado de São Paulo: uma localizada em Vargem Grande do Sul e outra no município de São José do Rio Pardo. Em 1976, foi inaugurada em São Sebastião da Grama (SP) uma unidade mais moderna, centralizando, assim, a produção dos queijos Roni.

Atualmente é o senhor Roque Bruno Tadeu Peta (4° geração) quem administra e comercializa os produtos da empresa que tem como lema: Família, Tradição e Qualidade.